poema gol do brasil


É uma voz entalada na garganta
Silenciada pela censura e por dores
É o doente sofrendo sem cura
Verde, amarelo, azul, multicolores

É uma cera tampando a vergonha
É tanto lixo embaixo do tapete
Nessa luta onde o pobre nunca ganha
E se mostrar a cara entra no cassetete

Afinal é ano de copa
E a copa vai ser no Brasil
Vamos construir muitos estádios
Vamos mostrar que temos o melhor futebol
E enquanto a bola rola, voa, rebate
E um time perde, ganha, fica embate
Nos corredores dos hospitais morre mil

E o grito "É GOOOOOOOOL" ecoa na arena
Fazendo calar a verdadeira voz do Brasil

Mais visitadas da semana

1001 perguntas Bíblicas com respostas

60 tipos de crente

Gerador de YouTube autoplay

Faça você mesmo este belo tamborete infantil para seus filhos

Clipes em destaque