Poema Asas Azuis



Asas azuis percorrem o céu procurando a liberdade...
Borboletas, pobres lagartas aladas!
Vão errantes à procura da verdade.

Vivem uma vida de vaidade...
Se exibem por um dia e no outro se vão...
Pobres borboletas...

Borboletas, que se parece a muita gente!
Se exibem para o mundo,
Mas por dentro estão doentes.
Pode até voar, mas são vermes alados.

0 comentários:

Postar um comentário

Necessidade de adicionar uma imagem? Utilize este código [img] IMAGE-URL-aqui [/img]