Poema: Formiga na Onda

formiga lutando contra a correnteza

Quanto mais tento ser forte, mais sou fraco...
Tal como uma formiga, luto contra onda do mar...
Já não vejo mais vitórias, só fracassos...
O meu barco está preste a afundar...

 

Eu já tentei...
Já lutei sozinho e sofri demais...
Estou pensando em desistir...
Sozinho não vou conseguir.

 

Entre as fortes ondas ouço uma voz doce e meiga...
E me diz que sempre estará comigo...
Bem vindo ao barco meu querido Jesus...
Só mesmo Contigo é que encontro a Paz.