Poema: Manchete de Sangue

por Elizeu Barbosa Abreu
Hoje ao desfolhar o jornal
pude ver sangue em minhas mãos
E ao andar pelas ruas
Eu vi sangue pelo chão
E ao caminhar na praça
Só vi violências...
jornal, fonte da imagem: http://www.jm1.com.br/2012/04/ato-de-ver-e-ler-jornal-e-tema-de-exposicao-coletiva-na-sede-da-cemig/
Hoje eu cheguei em casa
Liguei a televisão
E vi tudo tão belo
Escondendo a desgraça
Verdadeiros monstros
Disfarçados com máscaras
fome fonte da imagem: http://opolifonico.wordpress.com/2010/12/01/numeros-da-fome-no-brasil/
E ainda falam em Brasil com fome zero
E ainda falam em ganhar a copa
E ainda me faz sonhar com o país que quero

Sinceramente pensei em desistir
Fiquei revoltado e sem fé
Se Deus existe será que ele não vê?
Então abri a janela
E respirei o ar puro
Senti uma paz que ao homem não pode faltar
Ouvi o Espírito Santo a me confortar
janela aberta, fonte: http://zelmar.blogspot.com/2010/11/janela.html
Mas nem todos abrem a janela
Preferem acreditar em contos de fadas
Preferem a luta, as armas, a espada
Não ouve a voz de Deus que fala:
Eu enviei meu Filho pra te salvar
Pra te libertar...
Para cuidar de você.

Mais visitadas da semana

1001 perguntas Bíblicas com respostas

60 tipos de crente

Gerador de YouTube autoplay

Faça você mesmo este belo tamborete infantil para seus filhos

Clipes em destaque