Pirataria irmão? Que Feio

O QUE É PIRATARIA?

Segundo o Mini-Aurélio, pirataria é o ato ou vida de pirata, roubo, extorsão. Partindo deste pressuposto, percebe-se que todos aqueles que praticam a pirataria pecam. Pecam porque estão roubando. Estão tirando aquilo que alguém conquistou com suor. Colhendo melancia num melancial que não é seu. E, isso é muito perigoso.


QUANDO SOMOS PIRATAS?

A pirataria é hoje, um dos crimes mais praticados em todo o mundo. E até você cristão pode, às vezes, estar envolvida nesta gangue. Gangue esta que arranca onde não plantou. Que colhe verduras na horta da viúva. Que deixa de comprar o CD do irmãozinho (já que daqui uns dias, outro criminoso, vai postar na internet) e você vai baixar tudo gratuitamente, ou então vai comprar no camelô da esquina pela décima parte do valor.
Talvez, você está aí dizendo: “Eu nunca comprei CD ou DVD pirata.” , “Meu som é tão santo que nem toca CD pirata.”. Ei bonitão, ou bonitona, vou fazer algumas perguntas:
– E seu computador, está funcionando com sistema operacional original ou pirata?
– Você paga internet sozinho; ou compartilha DSL?
– Quando você baixa um software proprietário e o tempo de teste expira, você paga a licença, ou procura por um cracker na internet?
Se você não usa Windows original, compartilha DSL ou roda um software com um cracker, sinto muito em dizer, mas você está cometendo pirataria e pecando.


COMO SE LIVRAR DA PIRATARIA?

A maioria das pessoas usam produtos piratas por causa do alto custo do produto original. Muita gente pensa assim: “Por que pagar R$ 15,00 num CD original, se posso comprar 3 CDs no camelô da esquina com apenas R$10,00? Por que pagar R$ 600,00 no Windows original se o 'cara' da informática formata por R$ 70,00? O preço da internet é muito alto por que não dividir?”. É claro que eu também já pensei assim. Mas hoje não uso produto pirata e sou totalmente contra os usuários da pirataria, principalmente no meio evangélico.
Não é fácil desvencilhar dos velhos hábitos. Mas hoje estou tão livre que sinto vontade de ligar para a polícia quando alguém me oferece um produto não original.
Tenho que confessar que já usei até aplicativos para burlar softwares proprietários e usá-los sem pagar licença, mas hoje não faço mas isso.
O primeiro passo que dei para abandonar a pirataria foi formatar o PC com o Linux. Não é fácil para quem está acostumado com o Windows. Testei várias distros até encontrar o Ubuntu. No início eu instalei o Linux para não ter que instalar o Windows pirata, mas acabei gostando tanto que hoje não quero nem saber de desinstalá-lo de meu PC. Só uso Windows na faculdade, no trabalho e na casa de alguns amigos que ainda não migraram para a família do Tux.
Quanto a CDs e DVDs, sugiro que façam o download apenas de material fornecido pelo próprio cantor, pregador, etc. Respeitem o direito autoral. Procure visitar os sites ou blogues dos próprios artistas, e no caso de cantores, verifique se eles não possuem contas em sites como o palcomp3. Lá você sempre vai encontrar partes de músicas disponíveis para apreciação e download.
Se você tem um site ou blogue, tenha muito cuidado ao copiar conteúdo da internet. Verifique antes se o conteúdo está protegido por direitos autorais. E mesmo que não esteja, não deixe de citar a fonte como URL completa, data e hora da visita.
Pirataria é crime. Ao ver alguém vendendo produtos piratas, faça uma denúncia anônima. Assim você estará valorizando o verdadeiro dono do trabalho. Ah, e depois, durma de consciência tranquila. Tenho um ótimo dia....